CLIQUE AQUI

JEJUM E AS CIRURGIAS!!!


Por que a cirurgia bariátrica é tão bem sucedida em reverter o diabetes, enquanto que todos os medicamentos e insulinas falham? Por que isso funciona? Existem muitas teorias.


Uma suposição natural é que a perda de massa gorda, tanto subcutânea quanto visceral, leva aos efeitos benéficos da cirurgia.

As células de gordura secretam o hormônio leptina, um importante regulador do peso corporal. À medida que a massa gorda aumenta, a secreção de leptina aumenta, sinalizando os receptores cerebrais para perder peso. Na obesidade, o corpo se torna resistente aos efeitos emagrecedores da leptina.

A GORDURA VISCERAL É UM RISCO MUITO MAIOR PARA A SAÚDE. INFELIZMENTE, ESSA TENDÊNCIA PARA GANHAR PESO AO REDOR DO ABDÔMEN É MUITO COMUM. A CIRURGIA BARIÁTRICA PREFERENCIALMENTE REMOVE ESSA GORDURA VISCERAL, ONDE A LIPOASPIRAÇÃO APENAS REMOVE A GORDURA SUBCUTÂNEA. ISSO EXPLICA, EM PARTE, PORQUE A CIRURGIA BARIÁTRICA LEVA À MELHORA METABÓLICA MESMO ANTES QUE TODO O PESO SEJA PERDIDO.

É SIMPLES E  ÓBVIO. TODOS OS TIPOS DIFERENTES DE CIRURGIA BARIÁTRICA FUNCIONAM PORQUE TÊM UMA COISA EM COMUM - UMA REDUÇÃO CALÓRICA SÚBITA E SEVERA.

Todos os benefícios se acumulam por causa do jejum. Um estudo comparando os dois mostra que o jejum é superior à cirurgia tanto na perda de peso quanto na redução de açúcar no sangue. O jejum produziu quase o dobro da perda de peso da cirurgia bariátrica.

Se todos os benefícios vêm do jejum, por que não fazer o jejum? O jejum pode produzir resultados sem complicações pós-operatórias, custo ou necessidade de hospitais, equipamentos ou cirurgiões especialmente treinados. Em essência, o jejum é "cirurgia bariátrica, sem a cirurgia".

Mas meu ponto não é criticar ou elogiar a cirurgia. Há uma lição essencial a ser aprendida nos estudos cirúrgicos. O diabetes tipo 2 não é uma doença crônica, é uma doença totalmente evitável e reversível. Mesmo os pacientes mais pesados ​​com a obesidade mais intratável podem reverter décadas de diabetes tipo 2 dentro de algumas semanas. Além disso, a cura não requer cirurgia invasiva, apenas um conhecimento mais profundo de suas causas.


Traduzido e adaptado por Flávia Trajano


Criadora da Fan Page e administradora do grupo : JEJUM INTERMITENTE SEM MITOS

Dr Jason Fung



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.